SOMOS DO CONTRA

Bem vindos a este espaço que se quer acima de tudo de contestação e de humor.
Dizer mal só por dizer.
Bater no ceguinho.
Deitar abaixo pelo prazer de deitar abaixo.
Da politica ao futebol, passando pela religião.
Não queremos e não vamos poupar ninguém.

Vamos então começar que se faz tarde...

quinta-feira, 26 de março de 2009

erros ortograficos no magalhães!

Magalhães com erros ortográficos
Os jogos educativos instalados no portátil Magalhães têm uma lista considerável de erros de português.

O Ministério vai mandar retirar o software do computador. Há algumas frases com erros de português nos jogos didácticos e que podem ser facilmente detectadas por crianças, como por exemplo, "class="blsp-spelling-error" id="SPELLING_ERROR_0">Dirije o guindaste e copía o modelo" ou "Puxa e Larga uma peça por vês".

De acordo com o Expresso a tradução terá sido feita por um emigrante português, que vive desde os 10 anos em França e que só tem a 4ª classe.

A maioria dos erros foi detectada pelo deputado José Paulo Carvalho, que de imediato questionou o Ministério da Educação.

O Ministério da Educação vai dar ordens a todas as escolas para que retirem o programa em causa dos portáteis dos alunos.

Para o secretário de Estado Adjunto da Educação, Jorge Pedreira, os erros de português detectados foram "uma surpresa".

"Foi para mim uma surpresa. Naturalmente, não me parece que devesse ter acontecido e que, portanto, quem teve responsabilidade por verificar isso, deveria ter detectado esses dados", afirmou Jorge Pedreira à margem do IV Seminário para a Educação, em Alcobaça.
"Agora, o que é importante é corrigir", acrescentou, desvalorizando a polémica: "uma coisa é certa, não é pelo facto de um programa de jogo didáctico ter erros, que isso diminui, em alguma coisa, a utilidade e a importância do projecto do computador Magalhães".

O secretário de Estado Adjunto da Educação recusa-se a acreditar que tais problemas venham a descredibilizar todo o projecto do Magalhães.


(fonte:"Visão")

Eu sei que a noticia não é nova, eu sei que já toda a gente falou escreveu ou comentou o assunto, eu sei. Mas há uma coisa que eu ainda não percebi muito bem:
"De acordo com o Expresso a tradução terá sido feita por um emigrante português, que vive desde os 10 anos em França e que só tem a 4ª classe." Isto foi escrito na altura em que a bronca rebentou passado uns dias o tal senhor que só tinha a 4ª classe já era engenheiro informático ou coisa do género. Expliquem-me: a Independente não fechou as portas? ou o senhor aderiu ao programa das novas oportunidades?
Se calhar um dia destes já é doutorado (só espero que não em português).

Viva o Sr. Padre Eleutério

Ao contrário do meu queridissimo amigo Vasconcelos eu acho que ainda há uma coisita ou duas a dizer sobre a final da Taça da Liga.

Senão vejam os exemplos abaixo indicados:






O que é que todos tem em comum?
Todos eles falam do padre que se recusa a baptizar crianças com o nome de Lucílio.
É de Homem!!!!!
"Foi uma brincadeira e estou a rir-me disto tudo"

O capelão da Igreja do Rato assume-se "sportinguista desde sempre". E não esconde a frustração pela polémica derrota na final da Taça da Liga, que, na sua opinião, se terá ficado a dever ao penálti mal assinalado pelo árbitro de Setúbal.
Chama-se João José Eleutério, tem 39 anos, e é o capelão da Igreja de Nossa Senhora da Bonança, no Largo do Rato, em Lisboa, que por causa de uma brincadeira relacionada com os acontecimentos do final da Taça da Liga se viu envolvido numa polémica que até foi notícia... no Brasil. O padre, assumido adepto do Sporting, que foi ordenado há quase 15 anos, é doutorado em Teologia e membro da direcção da Faculdade de Teologia da Universidade Católica, disse na missa que celebrou no domingo que se recusava a baptizar qualquer criança chamada Lucílio, em alusão ao árbitro de Setúbal, que errou ao assinalar o polémico penálti que ajudou o Benfica a conquistar a Taça da Liga.

"Aproveito para vos anunciar que, enquanto for responsável por esta paróquia, não faço intenções de baptizar nenhum menino chamado Lucílio. Queiram dispor para tais propósitos dos serviços de uma paróquia vizinha", atirou no domingo, de acordo com a agência Lusa, o capelão, antes do habitual "Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe".

Ténis e surf nas horas vagas

Contactado ontem pelo 24horas, o padre disse ter sido tudo "uma brincadeira" e criticou o exagero que estava a ser dado ao assunto, que até já tinha eco em sites noticiosos do Brasil. "Tenho estado a rir com isto tudo e da forma como se torna uma coisa descontextualizada numa manifestação brutal de ignorância", afirmou ao nosso jornal o capelão, que é também assistente diocesano do Movimento Católico de Estudantes, revelando, por fim, que até já lhe tinham dito que "a notícia estava a passar em rodapé no canal TVI24".

"Vou ver até onde isto vai chegar para me ir rindo", reforçou João Eleutério, que completa 40 anos no próximo dia 29 de Abril e é conhecido por ser "praticante de ténis e surf nas horas vagas", conforme nos contou o padre Peter Stilwell, director da Faculdade de Teologia, que até se mostrou algo surpreso pelo sportinguismo manifestado pelo seu secretário. "Ele não é nada de comentar sequer os jogos. Comigo nunca o fez, porque nós até já temos muito de que falar por causa da Faculdade", revelou. João Eleutério é também oficial da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Paço D'Arcos.

Todos são baptizados

Sem se querer alongar em mais comentários ao nosso jornal, João José Eleutério remeteu- nos depois para as declarações que havia concedido horas antes à agência Lusa, na qual assumiu que é "sportinguista desde sempre" e confirmou as mediáticas declarações proferidas na missa de domingo. "É verdade que falei, durante a missa, do resultado vergonhoso entre o Benfica e o Sporting. Foi uma brincadeira. Os paroquianos já sabem que eu gosto do Sporting e de fazer piadas", defendeu, sublinhando que, ao contrário do que havia dito, nenhuma criança ficará sem baptismo na capela do Rato .

"Se não for eu, será outro sacerdote", concretizou. O padre não poupou críticas ao árbitro Lucílio Baptista. "Custa muito perder da maneira que perdemos frente ao Benfica", defendeu, acrescentando que, na sua opinião, "vai ficar sempre a suspeita de que o árbitro não foi correcto". "A verdade é que o Sporting está constantemente a ser prejudicado pelas arbitragens", lamentou.
(fonte: essa biblia da informação que é o jornal"24horas")

Padre recusa baptizar meninos com nome Lucílio
"Incomodado" com a arbitragem de Lucílio Baptista no jogo da Final da Taça da Liga, o pároco de Lisboa anunciou que não baptizaria crianças com o nome do árbitro. "Foi uma brincadeira", justifica.
A polémica em torno da arbitragem da final da Taça da Liga entre Sporting e Benfica chegou à Igreja quando um pároco em Lisboa, fervoroso sportinguista, anunciou que não irá baptizar meninos com nome Lucílio.
"Aproveito para vos anunciar que, enquanto for responsável por esta paróquia, não faço intenções de baptizar nenhum menino chamado Lucílio. Queiram dispor para tais propósitos dos serviços de uma paróquia vizinha", anunciou domingo o padre João José Marques Eleutério antes do tradicional "Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe".
Na missa dominical, celebrada todos os domingos às 12h30 na igreja do Rato, o pároco manifestou-se assim "incomodado" com a arbitragem de Lucílio Baptista no jogo da Final da Taça da Liga.
O árbitro tem sido criticado pelo Sporting por ter assinalado uma grande penalidade inexistente que aos 72 minutos deu o empate 1-1 ao Benfica, que acabou por conquistar o troféu no desempate por penalties.
"É verdade que sou sportinguista desde sempre e que falei, durante a missa, do resultado vergonhoso entre o Benfica e o Sporting", disse à Lusa o padre João Eleutério. "Foi uma brincadeira e os paroquianos já sabem que eu gosto do Sporting e gosto de fazer piadas", disse o sacerdote, garantindo no entanto que nenhuma criança ficará por baptizar: "se não for eu, será outro sacerdote".
Sócio do Sporting Clube de Portugal e atleta durante vários anos, João Eleutério não consegue "ficar indiferente" ao clube. "Custa muito perder da maneira que perdemos no sábado, frente ao Benfica. Vai ficar sempre a suspeita de que o árbitro não foi correcto", frisou o sacerdote.
João Eleutério não imaginou que o 'aviso' que fez no final da missa dominical seria objecto de crónicas em blogues e motivo de comentários por parte de alguns paroquianos. "Foi mesmo uma brincadeira, mas a verdade é que o Sporting está constantemente a ser prejudicado pela arbitragem", disse à Lusa.
Na memória do sacerdote, tal como o último Benfica/Sporting, está ainda um jogo realizado há dois anos com o Paços de Ferreira. "O Sporting perdeu o campeonato por ter perdido o jogo com o Paços de Ferreira, onde foi marcado um golo com a mão", finalizou o padre João Eleutério.
(fonte: Expresso)


Taça da Liga
Padre em Lisboa recusa baptizar meninos com nome Lucíl
io
A polémica em torno da arbitragem da final da Taça da Liga entre Sporting e Benfica chegou à Igreja quando um pároco em Lisboa, fervoroso sportinguista, anunciou que não irá baptizar meninos com nome Lucílio

«Aproveito para vos anunciar que, enquanto for responsável por esta paróquia, não faço intenções de baptizar nenhum menino chamado Lucílio. Queiram dispor para tais propósitos dos serviços de uma paróquia vizinha», anunciou domingo o padre João José Marques Eleutério antes do tradicional «Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe».
Na missa dominical, celebrada todos os domingos às 12h30 na igreja do Rato, o pároco manifestou-se assim «incomodado» com a arbitragem de Lucílio Baptista no jogo da Final da Taça da Liga.
O árbitro tem sido criticado pelo Sporting por ter assinalado uma grande penalidade inexistente que aos 72 minutos deu o empate 1-1 ao Benfica, que acabou por conquistar o troféu no desempate por penalties.
«É verdade que sou sportinguista desde sempre e que falei, durante a missa, do resultado vergonhoso entre o Benfica e o Sporting», disse à Lusa o padre João Eleutério.
«Foi uma brincadeira e os paroquianos já sabem que eu gosto do Sporting e gosto de fazer piadas», disse o sacerdote, garantindo no entanto que nenhuma criança ficará por baptizar: «se não for eu, será outro sacerdote».
Sócio do Sporting Clube de Portugal e atleta durante vários anos, João Eleutério não consegue «ficar indiferente» ao clube.
«Custa muito perder da maneira que perdemos no sábado, frente ao Benfica. Vai ficar sempre a suspeita de que o árbitro não foi correcto», frisou o sacerdote.
João Eleutério não imaginou que o 'aviso' que fez no final da missa dominical seria objecto de crónicas em blogues e motivo de comentários por parte de alguns paroquianos.
«Foi mesmo uma brincadeira, mas a verdade é que o Sporting está constantemente a ser prejudicado pela arbitragem», disse à Lusa.
Na memória do sacerdote, tal como o último Benfica/Sporting, está ainda um jogo realizado há dois anos com o Paços de Ferreira.
«O Sporting perdeu o campeonato por ter perdido o jogo com o Paços de Ferreira, onde foi marcado um golo com a mão», finalizou o padre João Eleutério.


(fonte: jornal "Sol")

Não me lembro quando é que foi a última vez que fui à missa mas garanto que com um padre destes até era gaja pra lá aparecer de vez em quando.

O Arnaldo é que sabe

Só mais uma e é pra acabar com o assunto (espero eu)

Para começar e para que conste não sou simpatizante de nenhum dos três grandes do futebol português - sou desde há meia dúzia de anos sócio da União Desportiva de Leiria e dos meus tempos de estudante em Coimbra ficou-me uma simpatia pela Académica. Portanto é alguém imparcial que escreve estas linhas.

Ainda a propósito da final da taça da liga e pra acabar de vez com o assunto até porque já começa a cheirar a Lucílio Baptista... perdão começa a cheirar a merda, dizia eu que depois de tudo o que se passou só vejo uma hipótese que a direcção do Sporting pode tomar:
Avançar com uma queixa, quer a nível judicial, quer a nível desportivo, contra o senhor Lucílio Baptista por corrupção desportiva.
Não há nem vai haver provas dirão vocês, ou pelo menos será extremamente complicado de provar. Não há problema nenhum. Ninguém precisa de provas. A generalidade dos portugueses aqueles que assistiram ao jogo e não apenas simpatizantes do Sporting e excluindo os simpatizantes do Benfica tiveram todos a intuição que o árbitro foi subornado (é a única explicação para um trabalho a todos os níveis tendencioso).
Assim usa-se o critério do próprio arbitro e ele apanha a pena máxima prevista para esses casos.
seja ela qual for...

quarta-feira, 25 de março de 2009

Já se começam a ver mudanças na Casa Branca

Já se começam a ver mudanças na Casa Branca

mais palavras para quê


Dinheiro Público em Portugal

Dinheiro Público em Portugal

Por favor leiam com atenção para percebermos a crise no nosso país.




Portugal, País de grandes tradições e brandos costumes...
pelo menos é o que muitos pensam ser verdade... até abrirem os olhos.

Para quem não é de cá, ou não sabe o que são os "ajustes directos", eu
explico. Como gastar o dinheiro público é uma coisa que deve ser feita
com muita responsabilidade, a maior parte dos fornecedores das
entidades públicas é seleccionada por concurso público, onde vários
fornecedores apresentam a sua melhor proposta, sendo depois escolhida
a "melhor" em função de vários critérios (preço mais barato, serviços
apresentados, etc.)

No entanto, como se imagina, isto é impraticável de ser feito para
tudo o que uma câmara municipal, faculdade, universidade, etc. tenha
que comprar. E portanto, há coisas que são compradas directamente, a
quem eles muito bem entenderem... e aparentemente, ao preço que muito
bem lhes apetecer!

E finalmente, graças ao portal da <http://transparencia-pt.org/>
transparência, podemos ver finalmente onde e como esse dinheiro é
gasto.

Agora, expliquem-me, porque eu devo estar a ver mal, como é que se
justifica:

1) gastar mais de 10.000,00 euros num GPS para um instituto <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>
público como o ISEP - quando nos dizem que não há dinheiro para baixar
as propinas aos alunos.

2) Aquisição de:1 armário persiana; 2 mesas de computador; 3 cadeiras
c/rodízios, braços e costas altas - pela módica quantia de 97.560,00 <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>
EUROS (!!!)

3) Em Vale de Cambra, vai-se mais longe... e se pensam que o Ferrari
do Cristiano Ronaldo é caro, esperem para ver quanto custa um
autocarro de 16 lugares para as crianças <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...> : 2.922.000,00 €
É isso mesmo: quase 3 milhões de euros???

4) No Alentejo, as reparações de fotocopiadoras também não ficam
baratas:
Reparação de 2 Fotocopiadores WorkCentre Pró 412 e Fotocopiador
WorkCentre PE 16 do Centro de Saúde de Portel: 45.144,00 € http://
www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust..
.>

5) Ao menos em Alcobaça, a felicidade e alegria as crianças fala mais
alto: 8.849,60€ para a Concentra <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...> em brinquedos para os filhos
dos funcionários da câmara!
Crianças... se não receberam uma Nintendo Wii no Natal, reclamem ao
Pai Natal, porque alguém vos atrofiou o esquema!

6) Mas voltemos ao Alentejo, onde - por uns meros 375.600,00 Euros se
podem adquirir: "14 módulos de 3 cadeiras em viga e 10 módulos de 2
cadeiras<http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...> em viga"

Ora... 14x3 + 10x2 = 62 cadeiras... a 375.600,00 euros dá um custo
de...6.058,00 Euros por cadeira!
Mas, pensando bem, num país onde quem precisa de ir a um hospital
passa mais tempo sentado à espera do que a ser atendido - talvez
justifique investir estes montantes no conforto dos utentes...

7) Em Ílhavo, a informática também está cara, 3 computadores e mais
uns acessórios custam 380.666,00 € <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>
Sem dúvida, uns supercomputadores para a Câmara Municipal conseguir
descobrir onde andam a estourar o orçamento.

8) Falando em informática, se se interrogam sobre o facto da Microsoft
ser tão amiga do nosso País, e de como o Bill Gates é/era o homem mais
rico do mundo... é fácil quando se olham para as contas: http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>
Renovação do licenciamento do software Microsoft: 14.360.063,00 €
Já diz o ditado popular: Dezena de milhão a dezena de milhão, enche a
Microsoft o papo!
(Já agora, isto dava para quantas reformas de pessoas que trabalharam
uma vida inteira?)

9) Mas, para acabar em pleno, cagar na capital fica caro meus amigos!
A Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa gastou http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>
5.806,08 € em 9072 rolos de papel higiénico!
Ora, uma pesquisa rápida pela net revelou-me que no Jumbo facilmente
encontro rolos de papel higiénico (de folha dupla, pois claro! - pois
não queremos tratar indignamente os rabos dos nossos futuros doutores)
por cerca de 0,16 Euros a unidade...
Mas na Faculdade de Letras, aparentemente isso não é suficiente, e o
melhor que conseguiram foi um preço de 0,64 Euros a unidade!
É "apenas" quatro vezes mais do que qualquer consumidor consegue
comprar - e sem sequer pensarmos no factor de "descontos" para tais
quantidades industriais.



Num País minimamente decente, eu deveria poder exigir que me
devolvessem o valor pago em excesso, não?
Mandava o link para a Faculdade de Letras de Lisboa, e exigia que me
devolvessem os 4.000 e tal euros pagos a mais. (Se comprassem no
Jumbo, teriam pago apenas 1.451 euros pelo mesmo número de rolos de
papel higiénico.)

Ó MEUS AMIGOS.... como é que é possível justificarem estas situações?
Que, como se pode imaginar, não são as únicas. Se continuasse a
pesquisar<http://transparencia-pt.org/> nunca mais parava - como por
exemplo, os mais de 650 mil euros gastos em vinho tinto e branco <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>
em Loures. Leitores de Loures, não têm por aí nada onde
estes 650 mil euros fossem melhor empregues???

É preciso ser doutor, ou engenheiro, ou ministro, ou criar uma
comissão de inquérito, para perceber como o dinheiro dos nossos
impostos anda a ser desperdiçado?
Isto até me deixa doente... é mesmo deitar o dinheiro pela retrete
abaixo (literalmente, no caso da Faculdade de Letras de Lisboa!)

Querem mais? Divirtam-se no <http://transparencia-pt.org/> portal da
transparência!

Sugestões de pesquisa: viagens, viaturas, Natal...

Outros candidatos a roubalheira do ano:

"Projecto tempus - viagem aérea Faro / Zagreb e regresso a Faro para 1
pessoa no período de 3 a 6 de Dezembro de 2008" - 33.745,00 euros <
http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx
?idAjust...> .
.

"Aluguer de iluminação natalícia para arruamentos na cidade de
estremoz" - 1.915.000,00 euros

"Aluguer de tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines" -
1.236.500,00 euros <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>

"6 kit de mala piaggio Fly para as motorizadas do sector de águas" -
106.596,00 euros <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...>
(por este valor compravam 6 automóveis, todos equipados, e ainda
sobrava dinheiro!)

O misterioso caso do "Router de 400 euros
comprado por 35.000,00 Euros " <http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjust...> "


(publicado originalmente por Carlos Martins em <http://osvelhotesdosmarretas.com/2009/01/desajustes-directos-em-portu...>)

terça-feira, 24 de março de 2009

Sobre o Comunicado do Benfica

Eu não quero falar da vergonhosa actuação do arbitro da final da taça da liga, até porque já foi tudo dito e repetido. Não vou falar de roubo (que houve) no jogo Não adiana nada falar nisso agora. Vou é falar na - à falta de melhor expressão - nojeira do comunicado da direção do SLB:

O Sporting está a demonstrar "(...)falta de fair play e mau perder"
O Benfica "(...)teve um percurso transparente até chegar à final(...) ao contrário do Sporting que "(...)esqueceu a forma como ganhou ao Rio Ave(...)"

o texto entre aspas pertence ao lamentavel e infeliz comunicado lido ontem pelo senhor João Gabriel, director de comunicação do Benfica.
Lamentavel porque com tais comunicados continuam apenas e só a alimentar uma polémica que não conduz a lado nenhum.
Infeliz porque acusa o Sporting de um comportamento que não tem nunca teve e aliás se pensarem um pouco é o comportamento tip+ico do SLB, senão vejamos alguns dos pontos do comunicado do Benfica:
"Este comportamento [do Sporting]é uma forma de condicionar o desempenho da arbitragem até ao final do campeonato. Não estão a ter Dignidade"
deixem-me ver se percebo quando o Benfica comenta as nomeações antes dos jogos, critica o conselho de arbitragem e os arbitros para justificar os maus resultados e as exibições lamentaveis do melhor plantel benfiquista dos últimos não sei quantos anos estão a ter dignidade e não estão a tentar condicionar os arbitros? Quantas vezes após um jogo de merda do Benfica o sr. Luis Filipe Vieira não saca do famoso caso apito dourado para tentar disfarçar as falhas enormes da equipa?
E aqui entre nós um clube que teve como 3 últimos presidentes João Vale Azevedo, Manuel Vilarinho e agora o Luis Filipe Vieira pode falar de muita coisa mas não de dignidade.

O Benfica "(...)teve um percurso transparente até chegar à final(...) ao contrário do Sporting que "(...)esqueceu a forma como ganhou ao Rio Ave(...)"
As próximas declarações são de VÁRIOS SITES dedicados ao futebol:


1ªJORNADA DA TAÇA DA LIGA:V.GUIMARÃES 0-2 BENFICA (OLEGÁRIO BENQUERENÇA - LEIRIA)


- (0-1) 61' Penálti contra o Benfica não assinalado. Maxi Pereira derruba Marquinho na grande área. Há motivo para grande penalidade. Diz JC:"Maxi Pereira dá um primeiro toque no pé de Marquinho e depois, com o braço esquerdo, um chega para lá que contribuiu para a queda do vimaranense. Grande penalidade que ficou por assinalar, com o árbitro por perto."E RS:"Maxi Pereira empurra, de facto, Marquinho, havendo lugar a uma clara grande penalidade, que ficou por assinalar." E SD:"O jogador do Guimarães é empurrrado com o braço por Maxi Pereira. Grande penalidade que ficou por marcar." E AR:" Maxi Pereira, com o braço esquerdo, empurrou o adversário, impedindo este de jogar a bola. Como a falta foi cometida dentro da área de grande penalidade, ficou por sancionar um penálti contra o Benfica e o respectivo cartão amarelo a Maxi Pereira."

- Resumindo: PENÁLTI CONTRA O BENFICA NÃO ASSINALADO.

2ªJORNADA DA TAÇA DA LIGA:BENFICA 4-1 OLHANENSE (MARCO FERREIRA - MADEIRA)


- (3-1) 65' Perdoada expulsão de um jogador do Benfica. Sidnei atinge Bruno Mestre com o cotovelo. Esteve mal o juiz ao não expulsar o defesa do Benfica. Diz JC:"Deveria ter sido exibido cartão vermelho, pela contuda violenta do jogador do Benfica sobre o adversário. Uma cotovelada não pressupõe que o agente arme o braço e desfeche o cotovelo sobre alguém. A acção protagonizada por Sidnei é digna de um sumaríssimo." E RS:"O árbitro devia ter interrompido o jogo e mostrado o cartão vermelho a Sidnei, por agressão com o cotovelo. Esteve mal o árbitro." E AR:"Sidnei, ao saltar para jogar a bola, utilizou de forma indevida o cotovelo, vindo a lesionar o adversário. Em face daquilo que são as instruções e as Leis do Jogo, devia o árbitro, aqui, para além da sanção técnica, exibir o cartão vermelho a Sidnei."

- (3-1) 80' Perdoada expulsão de um jogador do Benfica. Esteve mal o árbitro ao não advertir Nuno Gomes por cotovelada a Javier Cohene. Diz JC:" Ao passar pelo adversário, Nuno Gomes atingiu-o objectivamente com o braço direito, em pura agressão a justificar cartão vermelho. Acção que passou impune." E RS:" O árbitro deveria ter interrompido o jogo e ter expulsado Nuno Gomes por agressão ao adversário. Mas era preciso maior coragem e que ele fosse bom disciplinarmente, o que não é o caso."

- Resumindo: PERDOADAS DUAS EXPULSÕES DE JOGADORES DO BENFICA.

3ªJORNADA DA TAÇA DA LIGA:BENFICA 1-0 BELENENSES (BRUNO PAIXÃO - SETÚBAL)


-(0-0) 24' Cartão amarelo mal amostrado a jogador do Belenenses. O cartão amarelo a Carciano é mal amostrado, após suposta falta sobre Aimar. Diz JC:" Carciano não cometeu qualquer infracção sobre Aimar. Houve realmente infracção mas cometida por outro jogador do Belenenses, que faz com que Aimar já estivesse em desequilíbrio quando chegou próximo de Carciano. Deveria ter sido sancionada a falta anterior e o cartão não se aplicava." E AR:" Podemos observar nas imagens da televisão é que Aimar sofre anteriormente uma falta e quando vai em desequilíbrio, Carciano ter-lhe-á eventualmente tocado, mas nada justificava que fosse punido no aspecto disciplinar."

-(1-0) 72' Fora-de-jogo mal assinalado ao ataque do Belenenses quando um jogador se isolava. É mal assinalado o fora-de-jogo a Porta. Diz JC:" Não havia qualquer impedimento do jogador azul. Foi precipitação do assistente que analisou a equipa visitante." E RS:" Não existe fora-de-jogo, o jogador do Belenenses estava em posição regular no momento em que a bola lhe foi passada."

- (1-0) 90'+2' Golo do Belenenses mal anulado. Foi mal anulado o golo ao Belenenses, por alegada falta sobre Moretto. Diz JC:"Moretto não é o Eduardo Mãos de Tesoura, mas na verdade beneficiou da comiseração do árbitro. Não houve qualquer infracção, pois foi o guarda-redes quem abordou mal o lance. Largou a bola e permitiu que os visitantes fizessem golo indevidamente não validado." E RS:"É falta, mas falta de jeito do guarda-redes do Benfica. Não vejo qualquer interferência do jogador do Belenenses em impedir o guarda-redes de jogar a bola e como tal o árbitro precipitou-se ao marcar falta." E AR:"Foi mal anulado o golo ao Belenenses, pois Moretto não sofre qualquer infracção. Na sua falha o guarda-redes encarnado teve a protecção do árbitro ao considerar que tinha sofrido falta."

- Resumindo: GOLO DO BELENENSES MAL ANULADO, FORA-DE-JOGO MAL ASSINALADO AO ATQUE DO BELENENSES QUANDO UM SEU JOGADOR SE ISOLAVA, MAIS CARTÃO AMARELO MAL EXIBIDO A JOGADOR DO BELENENSES.

FINAL DA TAÇA DA LIGA: SPORTING 1-1 BENFICA (2-3 gp)(LUCÍLIO BAPTISTA - SETÚBAL)


- (0-0) 31' Perdoada expulsão de um jogador do Benfica. Luisão deveria ter sido expulso por joelhada em Derlei. Diz JC:"Mas na intervenção de Luisão, que deu uma joelhada em Derlei, sim, e com cartão vermelho." E RS:"Devia ter mostrado vermelho a Luisão por agressão a Derlei."

- (0-0) 41'Perdoada expulsão de um jogador do Benfica por entrada violenta.Reyes devia ter visto vermelho em vez do amarelo por entrada sobre Rochemback.Diz RS:"Não era amarelo, mas vermelho. Há uma entrada violenta, com a sola da bota, à perna do sportinguista."

- (1-0) 73´ Penálti a favor do Benfica inexistente e consequente expulsão mal punida.É mal assinalado o penálti que resulta no empate e provoca a expulsão de Pedro Silva. Diz JC:"O penálti não teve razão de ser. O jogador utilizou o peito e não o braço. Equívoco grave com influência no resultado. Árbitro e árbitro-assistente deveriam ter-se entendido." E RS:"A bola bate no peito do jogador do Sporting e é uma má decisão. Como tal, a expulsão também é errada, pelo que o Sporting foi duplamente penalizado." E AR:" Pedro Silva jogou a bola com o peito, sem cometer qualquer infracção. Muito mal o assistente ao dar indicação para penálti, e mal o árbitro ao aceitá-la, pois cabia-lhe o último julgamento. Erro grave com influência no resultado."

- Resumindo: PENÁLTI QUE DEU GOLO DO EMPATE AO BENFICA NÃO EXISTIU E AINDA POR CIMA O JOGADOR DO SPORTING FOI INJUSTAMENTE EXPULSO, MAS DUAS EXPULSÕES DE JOGADORES DO BENFICA FICARAM POR PUNIR.


Já agora lebram-se do Jogo Benfica-Belenenses em que bastava um empate ao Belenenses para passar e foi roubado na Luz com um frango do Moreto que o arbitro mais uma vez inventou uma falta!

Por último, uma palavra para o Lucílio, um árbitro de convicções, para quem é escusado ver uma falta, basta intuir. Isto é a excelência na arbitragem - com homens assim para que serve a tecnologia que nos querem impor?

Apesar da derrota, desenhada finalmente por Carlos Martins aos 81 minutos, o Vitória de Guimarães pode queixar-se de uma má arbitragem de Olegário Benquerença que, com o resultado 1-0, perdoou uma grande penalidade (60 minutos), por evidente falta de Maxi Pereira sobre Marquinho.


(in futebolar.portugalmail.pt)



CRUZ... VERMELHA. Parece sina! O Vitória voltou a perder com os encarnados e, desta vez, contou com a colaboração de Olegário Benquerença, que não assinalou um penalty polémico. [ QUINTA 08-01-2009 01:15 ]

Na segunda parte, aos 60 minutos, Marquinho foi abalroado por Maxi Pereira dentro da grande área, quando o Benfica vencia apenas por 0-1. O árbitro de Leiria nada marcou. Faltava meia hora para jogar.

e podiamos continuar por aqui eternamente... para chegar à conclusão que como de costume o Benfica foi levado ao colo.

quanto à falta de fair-play do Sporting e o sempre lembrado jogo com o Rio Ave (o único jogo em que o Sporting não se pode queixar dos arbitros):

«Que sabor tem esta vitória? Tem o sabor de uma vitória com um golo irregular num jogo que não foi bom, não teve grande qualidade, não teve grandes oportunidades. As oportunidades que houve, à excepção do livre final de Rogério Matias, foram do Sporting. É verdade que concretizámos uma delas num lance ilegal, mas também é verdade que com um critério menos largo poderíamos ter ficado a jogar com dez. E é verdade também que este árbitro anulou-nos mal um golo aqui em Vila do Conde há pouco tempo. Hoje fomos beneficiados e admito.» (Paulo Bento depois do jogo da taça da liga contra o Rio Ave)

Não há muito a dizer sobre o jogo, não foi muito bem jogado, lento demais em alguns momentos, onde o Sporting dominou e dispôs das melhores oportunidades. A arbitragem teve ao mesmo nível do jogo ou talvez ainda pior, principalmente a nível disciplinar com o árbitro a não castigar com amarelo ou mesmo vermelho algumas entradas duras. O auxiliar de Jorge Sousa errou também ao não assinalar fora de jogo a Vukcevic no golo leonino (Paulo Bento, ao contrário de outros, admitiu que o golo devia ter sido invalidado).

Mais lembrem-se que foi o presidente do Benfica (este presidente) quem em tempos pediu aos sócios e simpatizantes do clube que enchessem o Estádio da Luz para fiscalizarem o trabalho de um arbitro (se isso não é condicionar a arbitragem não sei o que é).

Assim chegamos facilmente à conclusão que:

1- o Benfica tem medo que as coisas mudem no futebol português e perca de vez as hipoteses de ganhar o que quer que seja

2- Se a coisa der pró torto atiram umas atroadas ao ar e pode ser que as pessoas não reparem na merda que els fazem - agora acusar o Sporting de ter o comportamento que o Benfica tem tido nestes anos de mandato do sr. Luis Filipe Vieira, é a meu ver baixo, intoleravel e mais do que tudo um nojo (tipico do benfica)




segunda-feira, 23 de março de 2009

Apelidos terminados em "es"

A EXPLICAÇÃO

O sufixo 'ES' no final dos apelidos provém de uma raiz hebraica sefardita e tem a conotação de 'Filho de...'.
Assim é com apelidos como Alvares que significa 'Filho de Álvaro', Rodrigues 'Filho de Rodrigo', Lopes 'Filho de Lopo' ou Fernandes 'Filho de Fernando'.

Só existe uma excepção gramatical a esta regra: Sócrates, que significa 'Filho da Puta'.

1- Quem não se sente não é filho de boa gente 2- mas estes filhos da puta só podem estar a gozar connosco

1 )-Quem não se sente não é filho de boa gente
Sempre ouvi dizer: "Quem não se sente não é filho de boa gente" e este jovem sentiu-se, como se sentiram todos os adeptos não apenas do Sporting mas do futebol em geral. O Sporting foi roubado escandalosamente roubado e não há outra palavra que se possa utilizar para aquilo que se passou no sábado no estádio do Algarve.

Só lamento que o restante plantel não tenha seguido o exemplo e atirado fora as medalhas.
Se bem que o ideal seria terem aceite as medalhas reuni-las todas e depois ir oferece-las ao senhor do apito uma vez que foi a única coisa que ele não conseguiu roubar ao Sporting e assim ao menos levava-as à mesma.

Pedro Silva: «Que o meu filho morra se foi penálti»
LATERAL DIZ PARA ENTREGAREM MEDALHA AO "LADRÃO"

O brasileiro Pedro Silva foi um dos principais protagonistas do dérbi que decidiu a Taça da Liga, acabando por ser expulso na sequência de um penálti que não cometeu e, mais tarde, atirando fora com a medalha que lhe foi entregue. No final, não poupou críticas ao árbitro Lucílio Baptista e reforçou que não cometeu qualquer falta.

"Para que quero a medalha? Dêem-na a ele, a esse ladrão", afirmou o lateral sportinguista, referindo ao juiz da partida, depois de ter recusado o galardão destinado ao finalista vencido da prova conquistada pelo Benfica no desempate por grandes penalistas.

"Toda a gente viu o que aconteceu. Em todos os jogos há polémica, em todos os jogos os árbitros erram e ninguém faz nada. Acho que alguém tem que tomar medidas. Perguntei-lhe quem assinalou e ele diz que não sabe? Então se ele é o árbitro por que assinalou? Isto é uma brincadeira. Não foi penálti. Que o meu filho morra se foi penálti", acrescentou Pedro Silva.



Data: Sábado, 21 Março de 2009 - 23:27

E que o arbitro tenha uma caganeira de três meses se foi.

Pedro Silva: «Peço desculpa a toda a gente»
GARANTE QUE VIVEU O PIOR MOMENTO DA CARREIRA


"Isto nunca me aconteceu". Foi desta forma, consciente e racional, que Pedro Silva começou por lembrar a forma como reagiu à decisão de Lucílio Baptista assinalar um penálti, "que não existiu". Em exclusivo a Record, no dia em que o seu filho, Pedro Henrique, completou 4 anos, o lateral-direito confessa-se arrependido por algumas ações, determinadas palavras, e assume um pedido de desculpa.

"Aquilo que aconteceu prejudicou-me, essencialmente, a mim. Mas sei que não fui correto e tenho de pedir desculpa a toda a gente: colegas, treinadores, ao clube, adeptos e... a Lucílio Baptista. Disse-lhe coisas que não se devem dizer. Errar é humano, eu sei, mas aquele erro tirou-nos um título. Também sei que a atitude com a medalha não é digna de um profissional, mas estava indignado", explicou.

O lateral lembra que nunca viveu nada semelhante na carreira, agradece o apoio do plantel e conta-nos que até a família ficou zangada com ele. "A minha mãe e a minha mulher não gostaram daquilo que eu fiz, foi o pior momento da minha carreira. Mas estava muito exaltado, pois sabia que não fiz penálti. Porém, quero que todos entendam que esta não é a minha imagem, foi a primeira e a última vez que aconteceu. Agradeço também o apoio dos meus colegas, treinador e todos no clube. Sei que também prejudiquei o Sporting ", assume.


É de homem este ao menos reconhece que errou e que prejudicou outros com esse erro e pede desculpas ao contrário do que li hoje noutro lado em que o senhor do apito dizia qualquer coisa como:"errei, mas não peço desculpa"

Pedro Silva colocou época em risco
REGULAMENTO DISCIPLINAR PREVÊ SUSPENSÃO DE 6 A 48 MESES E MULTA

A época poderia ter terminado para Pedro Silva, caso Lucílio Baptista tivesse inscrito no seu relatório que o lateral brasileiro o tentara agredir após a exibição do segundo cartão amarelo e subsequente vermelho. Não o terá feito e, por esse motivo, não será abrangido pelo artigo 115.º do Regulamento Disciplinar da Liga de Clubes, que, no 1.º ponto, define o seguinte: "São punidos nos termos das alíneas seguintes as agressões praticadas contra: equipa de arbitragem b) Agressão em outros casos:suspensão de 6 meses a 4 anos e multa de 2.500 a 12.500 euros".

Esta é a pena aplicada, sempre que na sequência da agressão não decorrem "consequências físicas ou circunstâncias reveladoras de indignidade para a prática desportiva". Apesar de ter dado a entender que não falou em agressão no seu relatório, o juiz de Setúbal não revelou o que escreveu sobre Pedro Silva no documento. Mas, por palavras a pena será sempre mais leve.


E os castigos aos jogadores do Benfica? Ao Pablo Aimar que discutiu uma decisão do arbitro ainda para mais com o indicador espetado diversas vezes no peito do arbitro??? E o Di Maria por iludir o arbitro no famoso lance do penalty?????
Ah pois!!!esqueci-me são senhores do benfica por isso não podem ser castigados....


2 )- Depois de ler as declarações destes senhores aqui de baixo só pensava numa coisa: mas em que é que esta cambada de f*****da p*** está a pensar. se fossem mas é brincar com o ...
Luís Guilherme: «Pedido de desculpas deve bastar»
PRESIDENTE DA APAF SAI EM DEFESA DE LUCÍLIO BAPTISTA


Luís Guilherme, presidente da APAF, saiu em defesa de Lucílio Baptista e apelou à contenção dos agentes desportistas para que o que falta do campeonato decorra com "normalidade".

"Lucílio Baptista pediu desculpas e isso devia bastar. O discurso de todos deve ser no sentido de melhorar e não criticar por criticar", referiu à Antena 1.

Luís Guilherme pede à Liga para que os excessos de linguagem não passem impunes. "Sabemos que esta época só uma equipa é apurada directamente para a Liga dos Campeões, que o 2.º classificado tem de passar por duas pré-eliminatórias e também percebemos algum nervosismo que paira nos clubes. Agora só não entendemos o exagero de linguagem de alguns, que não são adequados. São lamentáveis", declarou.

Por fim deixou um apelo a todos os agentes desportivos para "criarem condições" para que o campeonato "decorra com normalidade".



Data: Segunda-Feira, 23 Março de 2009 - 12:32


Estes gajos não viram a entrevista que eu vi de certeza eu nunca ouvi o senhor Lucílio Baptista a pedir desculpa.
E não é só ele quem tem de o fazer o primeiro é a partir de agora o sr. presidente da APAF que mais uma vez está a tentar desculpar o que não tem desculpa. (querem apostar que no final da época o Lucílio vai ser considerado o melhor arbitro da liga???)
Um pedido de desculpa não vai devolver a taça que foi roubada ao Sporting o problema é que não o podem fazer sem prejudicar o Benfica que (até provas em contrário) não teve nada a ver com a burrice, incompetência e filha-da-putice do arbitro e de quem o nomeou sabendo a merda que ele é.
Como disse e bem o nosso pequeno grande capitão "às vezes pedir desculpa não chega" e o que é certo é que nem a taça nem o dinheiro foi para onde deveria ir com toda a justiça...
Pais António: «Tomaria a mesma decisão»
ASSISTENTE DE LUCÍLIO BAPTISTA EXPLICA LANCE POLÉMICO

Pais António, o árbitro assistente que confirmou a Lucílio Baptista que Pedro Silva tinha mesmo cometido grande penalidade, durante o polémico Sporting-Benfica da final da Taça da Liga, abordou esta manhã o caso aos microfones Rádio Renascença. Para o juiz, se o lance tivesse lugar hoje, voltaria a decidir da mesma forma.


"Da forma como a bola sofre um desvio na sua trajectória e tendo em conta o movimento do corpo do jogador do Sporting, tenho a percepção de que houve desvio com o braço. Se visse um lance idêntico ficaria com a mesma ideia e tomaria a mesma decisão", revelou.

Depois foi tempo de explicar como foram os minutos da decisão mais polémica dos últimos tempos no futebol português: "Quanto estamos três pessoas a falar ao mesmo tempo, ninguém se entende. O Lucílio dirigiu-se ao Luís Cardinal e eu fiquei a ouvir. Se ele tinha a ideia que estava a decidir bem, faltava receber um apoio, que eu acabei por dar."

E a terminar, a garantia de que ninguém agiu com intenção de prejudicar os leões.
"São coisas que acontecem. Não estamos lá para roubar. Não é a palavra mais correcta. Foi um erro de arbitragem que teve influência, ou não, no resultado final. Se calhar este erro teve influência directa no resultado, mas e certeza que vão acontecer mais", rematou.

E apenas se prova que nem com os erros esta gente aprende qualquer coisa.
E já agora como é que é possível que com tantos jogadores à sua frente ele tenha conseguido analisar o lance melhor do que alguém com o campo de visão desimpedido??? Ou não estava no lugar onde devia estar???? e se não houve intenção de prejudicar o Benfica porque é que só os jogadores do Sporting viam cartões os únicos amarelos que vi sair pró lado do Benfica estavam mais pró vermelho que outra cor.

Lucílio Baptista: «Assumo o erro»
ÁRBITRO DA FINAL DA TAÇA COMENTA JOGO NA SIC

Lucílio Baptista, árbitro da polémica final da Taça da Liga entre Sporting e Benfica, esteve esta noite nos estúdios da SIC para comentar o encontro do Estádio do Algarve e, obviamente, revelar o seu sentimento em relação ao penálti inexistente que assinalou ao lateral Pedro Silva, que acabou por determinar o golo do empate benfiquista. E na hora de falar a todo o Portugal sobre o caso mais mediáticos dos últimos tempos, o juiz de Setúbal assumiu o erro.

"Não tive um domingo fantástico. Estou perante os adeptos do futebol, do Sporting, do Benfica, do FC Porto, dos treinadores e de todos os envolvidos para assumir o erro. Sou uma pessoal responsável, séria e honesta. Não posso ter tido um dia bom se errei", iniciou.

Depois foi tempo de explicar o sucedido: "O que vi foi o Di María passar a bola por cima do Pedro Silva e há um movimento do braço dele. Do ângulo onde estava fiquei com a certeza de que ele desviou a bola com o braço. Chocou-me dizerem que o meu assistente disse que não é penálti. Isso é totalmente falso."

"Tive uma dúvida, pedi ajuda ao meu assistente . Ele disse que não viu o lance. O outro assistente, que tem o mesmo ângulo, confirmou-me que era penálti. Nesse momento tive a certeza", disse.

A terminar, tempo para revelar como foram os momentos em que entedeu o grave erro cometido: "Vi o lance no hotel e fiquei muito chateado."

Data: Domingo, 22 Março de 2009 - 20:00
A pena que eu tenho de teres ficado chateado, grande F**** da P**** se fosses mas é levar onde as galinhas levam fazias melhor figura.
Se neste país houvesse um mínimo de justiça nunca mais te aproximavas de um estádio de futebol...
Leões criticam explicações de Lucílio Baptista
"BRINCAR COM OS SPORTINGUISTAS COM UM TEMA MUITO SÉRIO"

O Sporting reagiu às declarações prestadas por Lucílio Baptista no Jornal da Noite da SIC. Em comunicado oficial no site, os leões afirmam que o árbitro setubalense, "foi brincar com os sportinguistas sobre um tema muito sério".

No comunicado, cujo o título é, "Surreal", o Sporting considera que Lucílio Baptista "marcou um pénalti fantasma", sustentando esta análise com dois pontos.

"Acha que a mera alteração da trajetória da bola com um misterioso movimento de braço inexistente é suficiente para se marcar uma grande penalidade", avançam como a primeira crítica ao discurso de Lucílio Baptista.

Em seguida, condenam a forma como o árbitro dissipou as dúvidas sobre o lance. "Porque, pasme-se, o árbitro auxiliar que acompanhava o ataque do Sporting lhe confirmou que o lance em causa era passível de marcação de pénalti", lê-se no comunicado.

O Sporting garante ainda que as declarações, "são graves demais e exigem uma imediata posição da Comissão de Arbitragem da Liga", sustentam.



Data: Segunda-Feira, 23 Março de 2009 - 7:35
Acho que é a nossa vez de brincar com ele: processo judicial e processos na liga, na UEFA e na FIFA de modo a que este sujeito e outros como ele sejam afastados do futebol para sempre

Soares Franco: «Hermínio e Vítor Pereira têm medo»
LÍDER LEONINO ESPEROU ATÉ AO FIM DO DIA DE ONTEM POR DESCULPAS

O Sporting esperou até às 19 horas de ontem por um pedido de desculpas de Hermínio Loureiro (presidente da Liga) e Vítor Pereira (líder da Comissão de Arbitragem daquele organismo). Em vão. Ninguém teve uma sequer palavra perante o clube de Alvalade, que tomará, segundo Soares Franco, uma posição hoje de manhã em relação aquele órgão. O abandono é uma das hipóteses que está a ser considerada, apesar do líder leonino não a ter confirmado.

Questionado sobre os incidentes da final frente ao Benfica, Franco foi claro sobre a atitude daqueles dois responsáveis. "Não tomámos nenhuma decisão. Demos tempo à Liga, mas se fossem pessoas de bem, tanto Hermínio Loureiro como Vítor Pereira, que sabiam o que tinha acontecido, tinham tido uma palavra de fair play, reconhecendo que nada correu bem no capítulo da arbitragem. Como é costume, têm medo. Isto num jogo em que ficaram 3 amarelos por mostrar ao adversário nos primeiros 4', em que Luisão agrediu Derlei sem ser expulso e em que, finalmente, após um lance inofensivo, foi assinalado um penálti inexistente", disparou, adiantando: "Não se percebe como é que, estando a equipa de arbitragem munida com microfones, o árbitro esteve 1' a falar com o assistente."

Ainda em relação a Hermínio Loureiro, Franco elogiou a ação de promoção da Taça da Liga, mas lamentou a forma como decorreu o jogo. "Ele tem de se retratar perante o Sporting. Só isso. Esperámos e nada aconteceu."

(fonte de todas as declarações jornal Record)
eu até acho que no meio disto tudo o Hermínio Loureiro é o único que não tem culpa de nada.
Ele tentou mudar algumas coisas que estavam mal, tentou inovar e dinamizar o nosso futebol mas pelo menos por enquanto a bola continua entregue aos mesmos corruptos de sempre o que é de lamentar

VERGONHA

A verdadeira imagem do que se passou no sábado no estádio do Algarve:


Quanto ao Sporting há na mina opinião uma série de atitudes urgentes a tomar:
1.º Fazer aquilo que o SC Braga ameaçou fazer: processar judicialmente o arbitro do jogo exigindo da parte dele o pagamento do valor que o clube não recebeu ao perder a taça. Para quem não sabe há um prémio monetário para além da taça(que fica bem na vitrine de qualquer clube) e não é só pelo valor monetário (que para os clubes é importantissimo) mas também para abrir os olhos, não apenas ao senhor Lucílio Baptista (ou gatuno, ladrão e coisas menos simpáticas que o ouvi chamar nos últimos dias) mas a todos os árbitros portugueses a ver se começam a trabalhar como deve ser.
2.º Boicotar a próxima edição da Taça da Liga queira-se ou não se a taça ainda não goza de grande prestigio a ausência de um dos três grandes na prova retira qualquer prestigio que a competição possa sonhar alcançar - e atrás da decisão do Sporting muito provavelmente outras equipas seguiam o exemplo (Rio Ave prejudicado no jogo contra o Sporting; Belenenses e Guimarães prejudicados à grande e à francesa contra o Benfica; etc...)
3.º Exigir uma investigação civil ao arbitro os erros e a dualidade de critérios demonstrados durante toda a partida (basta pensar em quantos cartões cada equipa viu - atenção não digo que os mostrados a jogadores do Sporting não foram merecidos digo sim que os do Benfica deveriam ter visto muitos mais) indicam claramente intenção de prejudicar o Sporting.
4.º Exigir a suspensão da equipa de arbitragem de todas as competições (nacionais e internacionais), sim porque por incrível que pareça o senhor do apito é internacional...
Ao que este país chegou...

Socrates - outra vez

Eu sempre ouvi dizer quem diz a verdade não merece castigo.


video

segunda-feira, 16 de março de 2009

axerca da nova maioria pedida por Sócrates

O Eng.º Sócrates está filado na maioria absoluta.
Para isso, já apontou a campanha eleitoral no seguinte sentido:

a) aumentar as famílias beneficiárias do Rendimento mínimo;
b) autorizar os casamentos entre homossexuais;
c) baixar os impostos.

Chegamos à seguinte e animadora conclusão:
A maioria da população portuguesa enquadra-se em 3 grandes grupos:

Malandros, larilas e Burros.

segunda-feira, 9 de março de 2009

O menino japonês

Isto ilustra bem as diferenças na educação:

O menino japonês

No primeiro dia de aulas, numa escola secundária dos EUA, a professora apresentou aos alunos um novo colega, Sakiro Suzuki, vindo do Japão. A aula começa e a professora diz:
- Vamos ver quem conhece a história americana. Quem disse: 'Dê-me a liberdade ou a morte?'
Silêncio total na sala. Apenas Suzuki levanta a mão:
- 'Patrick Henry em 1775, em Filadélfia'.
Muito bem, Suzuki. E quem disse: -'O Estado é o povo, e o povo não pode afundar-se?'
Suzuki: - 'Abraham Lincoln, em 1863, em Washington'.
A professora olha os alunos e diz:
- 'Não têm vergonha? Suzuki é japonês e sabe mais sobre a história americana que vocês!'
Então, ouve-se uma voz baixinha, lá ao fundo: - 'Japonês filho da puta!'
- 'Quem foi?' - grita a professora
Suzuki levanta a mão e, sem esperar, responde:
- 'General McArthur, em 1941, em Pearl Halbour'.
A turma fica super silenciosa... apenas se ouve do fundo da sala:
- 'Acho que vou vomitar'.
A professora grita: - 'Quem foi?'.
E Suzuki: - 'George Bush Pai, ao Primeiro-Ministro Tanaka, durante um almoço em Tóquio, em 1991'.
Um dos alunos diz: - 'Chupa o meu pau!'
E a professora, irritada: -'Acabou-se! Quem foi agora?'
E Suzuki, sem hesitações: - 'Bill Clinton a Mónica Lewinsky, na Sala Oval da Casa Branca, em Washington, em 1997'.
E outro aluno diz ao fundo: - 'Suzuki de merda!'
E Suzuki responde: - 'Valentino Rossi, no Grande Prémio do Brasil de MotoGP, no Rio de Janeiro, em 2002'.
A turma fica histérica, a professora desmaia, a porta abre-se e entra o director, que diz: -'Que merda é esta? Nunca vi uma confusão deste tamanho!'

E Suzuki, bem alto: -'Mariano Gago para José Sócrates, em 2007, após ter
recebido o relatório da inspecção feita à Universidade Independente...'

Manuel Alegre e o PS

Não pretendo defender aqui nem o "deputado poeta" nem o Partido Socialista. Não sou apoiante de nenhum deles - embora deva dizer que mais rapidamente votava em Alegre que em qualquer membro da actual direcção do PS. E devo dizer que nunca o fiz (nas ultimas legislativas por motivos de saúde não votei - e mesmo que votasse não votava no Sócrates - e nas presidenciais votei Cavaco).
Adiante.
De certa forma compreendo o posicionamento e o descontentamento de Manuel Alegre. Compreendo que não concorde com o rumo que o partido está a levar e principalmente o rumo que o partido esta a dar ao país. Compreendo e até - pasme-se - concordo com ele.
Agora não concordo com a sua atitude de falta de frontalidade. Logo ele que era dentro do mundo da politica um dos poucos que eu admirava precisamente pela sua frontalidade.
Ele continua frontal dizem vocês, continua a dizer e defender aquilo em que acredita mesmo que vá contra os interesses do seu próprio partido. E eu digo que não.
Se fosse assim em vez de dar entrevistas a defender as suas ideias para o partido, a explicar as suas opções, a criticar o Partido e o seu líder - goste ele ou não - eleito com maioria esmagadora (e sem oposição é certo). Em vez dessas entrevistas que minam o partido, dizia eu, ele deveria ter ido ao congresso do partido e aí dizer tudo o que lhe vai na alma. Acusa o partido de falta de dialogo mas é ele quem foge ao dialogo interno.

Mas continuo a dizer que prefiro meio Alegre que mil Sócrates.
E mais se alguém hoje em dia representa o verdadeiro PS esse alguém é Alegre e só por isso merecia por parte dos senhores do PS muito mais respeito. Principalmente por parte daqueles que só chegaram onde chegaram à base de bajulação e beija-mão(para não dizer beija-cu) ao líder do Partido (seja ele quem for).

No dia em que José Lello tiver um percurso politico minimamente comparável ao de Manuel Alegre aí sim poderá falar até lá só ganha em ficar calado no seu canto a engraxar os dirigentes do partido enquanto espera por outro tacho.

Mais uma vez a Igreja fez MERDA - sobre a excomunhão de uma familia e médicos no Brasil

Depois admiram-se que as pessoas se afastem da Igreja.
Depois eu é que sou uma besta e os muçulmanos extremistas e outras preciosidades que tais.

Depois de ter falado aqui das barbaridades que o Cardeal D. José Saraiva Martins proferiu numa conversa. Depois de vermos um bispo negar o holocausto. Depois de vermos o Vaticano a tentar impor-se à justiça italiana num caso de eutanásia. Eis finalmente a ultima preciosidade da Igreja Católica:

No Brasil o arcebispo da diocese de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho excomungou a família de uma menina de nove anos e uma equipa de médicos por terem praticado um aborto. A menina de 9 anos tinha sido violada pelo padrasto e estava grávida de gémeos
"Se a gravidez continuasse, os danos seriam piores. A menina corria o risco de morte ou de ficar com sequelas definitivas e não poder voltar a engravidar” disse o médico responsável mas segundo o Sr. Arcebispo:
“a Igreja Católica considera que houve um crime e um acto inaceitável para a doutrina". Assim, decidiu que "todas as pessoas que participaram do aborto, com excepção da criança, estão excomungadas da Igreja" “Para incorrer nessa penalidade eclesiástica, é preciso maioridade. A Igreja é muito benévola com os menores. Agora os adultos, quem aprovou, quem realizou esse aborto, incorreu na excomunhão” “aos olhos da Igreja, o aborto foi um crime, pois a lei do Homem não está acima das leis de Deus”. A lei brasileira prevê dois casos em que o aborto é legal: em caso de violação e de risco de vida. A menina estava incluída nos dois casos.

Agora tentem explicar-me algumas coisas que não percebi lá muito bem:
- Aos olhos de Deus é preferível uma criança (vitima de abusos por parte de um adulto pervertido e perturbado) morrer, do que crescer e mais tarde poder constituir família e quem sabe engrossar o rebanho de Deus? - Embora agora dificilmente isso vá acontecer.
- Aos olhos da igreja a família da criança e os médicos que lhe salvaram a vida são criminosos (aos olhos de todos os não fanáticos não.) Limitaram-se a salvar a vida de uma criança onde está o crime?
- E já agora alguém me explica porque é que a Igreja prega o Bem, a santidade da vida, a pureza. etc, etc... e o único verdadeiro criminoso desta história. Um homem que marcou para sempre de forma cruel a vida de uma criança esse não é condenado pela Igreja.

O que vale é que a lei dos homens ainda consegue suplantar a lei de Deus em muitas coisas e o padrasto da menina já está preso.

E já agora aquele senhor do Vaticano que apoiou a decisão do arcebispo seu subordinado. Devia pensar duas vezes antes de apoiar essas barbaridades.
Se Deus existe então mais depressa castiga o Arcebispo e o Papa que se saíram com essa infeliz ideia da excomunhão do que os médicos e a família que se limitaram a salvar a vida de alguém que amam.
E se me dizem que estou errado, que Deus está e estará de acordo com os seus pastores. Então percebem porque é que me recuso a acreditar em qualquer deus...